Semas fecha 52 áreas de desmatamento irregular no Pará

0
71

Nesta quarta-feir, 28, a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas),  publicou no Diário Oficial o embargo administrativo de 52 áreas de desmatamento ilegal. Ao todo, foram 7.351,50 hectares, o que equivale a mais de 7 mil campos de futebol. A maior área embargada pertence ao município de Altamira, sudoeste do estado, com 3.696,01 hectares.

Altamira também é o município com maior número de áreas fechadas, com 15 ocorrências registradas, seguido por São Félix do Xingu com 10. Além de outros municípios que tiveram áreas fechadas como Jacareacanga, Portel, Mojuí dos Campos, Santarém, Brasil Novo, Itaituba, Medicilândia, Itaituba, Água Azul do Norte, Anapu, Placas, Vitória do Xingu e Novo Progresso.

As ocorrências foram detectadas pelo Centro Integrado de Monitoramento Ambiental (Cimam), da Semas, pelo Programa de Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (Prodes), pelo Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter) e por Relatórios de Verificação de Desmatamento (RVD) de órgãos municipais de meio ambiente. As ocorrências de desmatamento foram verificadas nos anos de 2014, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021.

O objetivo é combater o desmatamento ilegal no território estadual e favorecer os produtores rurais que praticam suas atividades de acordo com a legislação ambiental.

Fonte: orm

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui