Pará e Amazonas apresentam tendência de queda em casos de covid-19, diz Fiocruz

0
132

Os estados do Pará e Amazonas apresentam tendência de queda em número de casos e mortes de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) e de covid-19, apontou o Boletim InfoGripe, divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No entanto, mesmo nesses dois estados há macrorregiões de saúde com sinal de crescimento.

Segundo o estudo realizado pela instituição, três capitais indicam tendência de queda, são elas: Belém, Manaus, e Cuiabá, sendo que a última não tem mantido o sistema Sivep-Gripe atualizado e, portanto, o dado não deve ser utilizado para tomada de decisão. 

Dentre os estados com macrorregiões de saúde apresentando sinal de crescimento estão Amazonas, Pará, Rondônia e Tocantins na região Norte, todos os estados das regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, além dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina na região Sul.

“Apesar de apresentar sinal de estabilidade, não são recomendadas flexibilizações das medidas de prevenção da transmissão enquanto não houver reversão e manutenção de sinal de queda. É importante reforçar ainda que, como a SRAG está associada a eventos de internação, locais em que a rede de atendimento hospitalar estiver sobrecarregada podem resultar em diminuição na capacidade de registrar novas ocorrências”, afirmou o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe

A fundação informou que a análise é referente à Semana Epidemiológica 10, que abrange o período de 7 a 13 de março, e tem como base os dados inseridos no Sistema Nacional de Vigilância de Gripe (Sivep-Gripe) até o dia 15 de março. Entre os registros com resultados positivo para os vírus respiratórios, 97,4% dos casos e 99,3% dos óbitos são em decorrência do novo coronavírus e suas variantes.

Com informações da Fiocruz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui