Decreto do governador do Pará fecha a divisa do Estado com o Amazonas

0
59

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou nesta sexta-feira (20/03), durante coletiva de Imprensa, o fechamento por via marítima e terrestre das divisas do Estado. Ou seja, a partir deste domingo (20), não será permitido o transporte interestadual de passageiros em embarcações ou coletivos. Assista a coletiva na íntegra.

O fluxo de barcos e lanchas de Belém e Santarém nos trechos com escala em Parintins até Manaus, no Amazonas, é diário e intenso. Parintins faz limite territorial com a cidade de Juruti, no Pará e é a principal porta de entrada dos barcos paraenses no Eatado.

O detalhe neste decreto do governador, é que somente a Antaq ( Agência Nacional de Transportes Aquaviários) tem autoridade para fechar a divisa fluvial, por se tratar de transporte interestadual.

Na quinta-feira(19), o governador do Amazonas, Wison Lima (PSC), publicou decreto suspendendo o transporte fluvial em todo o Estado. Por meio de nota, a Antaq esclareceu que o decreto do governador não se aplicva as embarcações do Pará que trafegam nos rios do Amazonas.

Ainda na coleiva Helder Barbalho também ordenou, por meio de decreto, o fechamento de bares, restaurantes e casas noturnas. A medida passa a valer por 15 dias. O decreto entrou em vigor a partir da meia noite dssta sexta (20).

Restaurantes poderão funcionar somente com serviços “delivery” [de entrega].

Já os shoppings começaram a fechar a partir das 20h desta sexta, incluindo cinemas. As exceções são supermercados, farmácias e laboratórios que existam nestes locais.

O Pará tem dois casos confirmados do covid-19, 32 descartados e 81 casos em análise.

Fonte: Portal Amazonas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui