Policial que matou cachorro é identificado e deve ser afastado da corporação

0
198

Na tarde deste sábado, 26, o governador do Estado, Helder Barbalho, anunciou que o policial acusado de matar um cachorro a tiros no bairro da Pedreira foi identificado. Segundo ele, o militar será afastado da corporação.

“O PM será afastado imediatamente das atividades e será submetido a Processo Administrativo Disciplinar que vai julgar a permanecia ou não do suspeito na Corporação. Nós reiteramos que não compactuamos com qualquer conduta que fira a ética da profissão”, informou.

O ocorrido revoltou a população de Belém. Hoje um grupo de manifestantes protestaram contra o crime que aconteceu na última sexta, 25.

Segundo testemunhas, o soldado Luiz Augusto de Almeida da Silva estava em um carro preto quando perguntou se o cão era de alguém. Como ninguém respondeu, ele sacou uma pistola e deferiu vários disparos contra o cão.

O corpo do animal ficou jogado na esquina da travessa Angustura com a avenida Visconde de Inhaúma. A Delegacia de Meio Ambiente (Dema) foi ao local para apurar o crime.

No local, testemunhas coletaram uma cápsula de pistola ponto 40, de uso exclusivo da Polícia Militar.

Fonte: romanews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui