Protesto nas ruas de Breves pede justiça e proteção a mulher agredida em navio no Marajó

0
67

Manifestantes saíram às ruas de Breves na tarde desta quinta-feira, em protesto em repúdio a ação violenta dos policiais que agrediram uma mulher dentro de uma embarcação que seguia de Portel, no Marajó, para Belém O ato foi organizado pela Secretaria Municipal da Mulher.

Com cartazes e balões brancos, os participantes pediram agilidade nas investigações e proteção à vítima e seus familiares. Os suspeitos do crime, dois policiais a paisana, foram autuados em flagrante por abuso de autoridade e crime de lesão corporal. Eles foram afastados de suas funções e tiveram armas e distintivos apreendidos.

Nas imagens que circularam nas redes sociais na quarta, 16,  a mulher é agredida por policiais civis após discussão com uma passageira. Ela é empurrada no chão, pisoteada, ameaçada com uma arma e um dos agentes dá um tapa em seu rosto.

A vítima foi colocada à força para fora do barco e levada para a Delegacia de Breves, onde é obrigada a pedir desculpas aos policiais envolvidos na violência. Um vídeo foi gravado e também divulgado nas redes sociais.

Os envoldiso são dois investigadores e um escrivão, lotados na cidade de Portel, no Marajó.

Fonte: Romanews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui