MPPA define lista tríplice para procurador-geral de justiça do Estado

0
82

Foi definido nesta sexta-feira, 4, pelos membros do Ministério Público do Pará a lista tríplice para o cargo de Procurador-Geral de Justiça para o mandato de 10/4/2021 a 10/4/2023, assim como, a composição do Conselho Superior do Ministério Público do Pará no biênio 2021-2022.

Ao todo são 334 membros, destes, 333 participaram da votação para a formação da lista tríplice. Os promotores de justiça Cesar Mattar Júnior, José Maria Júnior e Aldo Saife foram os mais votados.

O prazo para interposição de recursos é até domingo, 6. Não sendo apresentado nenhum recurso, a lista tríplice será encaminhada na quarta-feira, 9, ao governo do estado, que terá um prazo de 15 dias para escolher o novo procurador-geral de Justiça do Estado do Pará.

Confira o resultado da votação

1º. Cesar Mattar Jr: 201 votos
2º. José Maria Júnior: 187 votos
3º. Aldo Saife: 185 votos
4º. Cândida Nascimento: 153 votos
5º. Armando Brasil: 81 votos
6º. Franklin Lobato Prado: 32 votos

Conselho Superior

A escolha para os membros do Conselho Superior também teve participação maciça dos membros. Foram 326 eleitores participando da escolha dos procuradores de justiça que irão compor o Conselho. Apenas 8 eleitores não votaram.

Confira o resultado da eleição para o Conselho Superior

1º. Waldir Macieira da Costa Filho: 215 votos
2º. Marcos Antônio Ferreira das Neves: 160 votos
3º. Rosa Maria Rodrigues Carvalho: 153 votos
4º. Maria do Socorro Martins Carvalho Mendo: 153 votos
5º. Francisco Barbosa de Oliveira: 149 votos
6º. Nelson Pereira Medrado: 95 votos (1º suplente)
7º. Adélio Mendes dos Santos: 86 votos (2º suplente)
8º Raimundo de Mendonça Ribeiro Alves: 80 votos (3º suplente)
9º Geraldo de Mendonça Rocha: 74 votos (4º suplente)
10º Maria Tercia Ávila Bastos dos Santos: 68 votos (5º suplente)

Sistema

Durante a eleição desta sexta, foi utilizado o sistema Votanet, cedido ao Ministério Público pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA). O TRE criou o Votanet para realizar a votação dos representantes que comandariam a instituição no triênio 2020/2022. O sistema possibilitou aos eleitores votarem de forma eletrônica, através de dispositivos móveis e computadores ligados à Internet.

A Comissão Eleitoral disponibilizou uma equipe de suporte para auxiliar os eleitores durante a votação. Os atendimentos foram feitos via mensagem, ligações telefônicas e e-mail. Para auxiliar os membros na votação também foi disponibilizado um vídeo tutorial e foram criadas listas com nome, foto e número dos candidatos a PGJ e CSMP na cédula eletrônica.

Fonte: MPPA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui