Filho mata os pais a facadas e golpes de enxada por dívida de drogas

0
224

Um homem matou os próprios pais a facadas e com golpes de enxada, enquanto o casal dormia. No local do crime, os policiais militares foram informados que o assassinato ocorreu após o filho descobrir que os pais pretendiam interná-lo para tratar o vício em drogas. Há ainda a suspeita de que o acusado devia dinheiro para traficantes.

O crime ocorreu no município de Acarape, na região do Maciço de Baturité, a 62 quilômetros de distância de Fortaleza, na manhã desta quarta-feira (18). Os pais na residência onde moravam os, no bairro Marrecos. O suspeito foi identificado como Rafael Silva Freitas, de 33 anos. As vítimas eram Ubiraci Lima de Freitas, de 54 anos, e Maria Silva de Freitas, de 55 anos.

Segundo João Bosco, um vizinho da família, o crime aconteceu por volta das 6h e foi possível ouvir os gritos da residência do casal.

“Acordei 6h escutando os gritos dos vizinhos, porque minha casa faz fundo com a casa do Ubiraci. No momento em que eu arrodeei o quarteirão para saber o que ocorreu, quando eu ia chegando, a filha dele vinha correndo com as mãos cheias de sangue, dizendo que os pais tinham morrido”, conta.

Os corpos das vítimas foram encontrados na sala e na cozinha da casa. Ubiraci foi atingido com golpes de enxada na cabeça, além de facadas na garganta. Já a mulher, mãe de Rafael, morreu com golpes de faca na barriga.

Bosco afirma que Rafael foi capturado por um cunhado, com a ajuda de vizinhos, e ficou amarrado no local até a chegada da polícia. O homem foi detido pela polícia e levado para um hospital de Redenção, cidade vizinha ao local onde o crime ocorreu. Em seguida, foi encaminhado à Delegacia Municipal de Redenção, onde foi autuado em flagrante por homicídio doloso.

De acordo com João Bosco, Rafael era usuário de drogas e queria que os pais pagassem uma dívida. “O crime foi motivado porque Rafael era usuário de drogas e estava devendo R$ 6 mil a traficantes e pediu aos pais para pagar a dívida. Os pais dele recusaram e foram mortos”, afirma.

Os pais de Rafael eram evangélicos e funcionários de uma empresa de tintas da região. Já Rafael não tinha um trabalho fixo e recentemente havia sido internado por cerca de um ano em uma clínica de reabilitação.

Além de Rafael, Ubiraci e Maria são pais de uma jovem, que mora ao lado da casa onde o crime aconteceu. O casal também deixa dois netos.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui