Governo amplia segurança no Baixo Amazonas com a entrega de 74 viaturas à PM

0
49

O governador Helder Barbalho cumpriu agenda de trabalho nesta sexta-feira (06) nas regiões de Integração Tapajós e Baixo Amazonas, no oeste paraense. No município de Santarém, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), foram entregues 74 viaturas para a Polícia Militar, que vão fortalecer e ampliar as ações estratégicas de combate à criminalidade em vários municípios do Baixo Amazonas.

Os veículos atenderão às demandas dos municípios de Almeirim, Prainha, Monte Alegre, Alenquer, Óbidos, Curuá, Terra Santa, Oriximiná, Faro, Santarém, Juruti, Mojuí dos Campos e Belterra, garantindo presença da Polícia Militar e melhorando as condições de trabalho dos agentes de segurança. “E aqui a minha gratidão a cada praça, a cada oficial, a todos que não têm medido esforços para nos ajudar a transformar a realidade da Segurança Pública neste Estado. Há um ano e dez meses atrás nós éramos destaque nacional de violência em todo o Brasil. O povo de bem estava trancafiado em casa, enquanto a bandidagem estava à solta pelas ruas. Nós mudamos isso em um ano e dez meses, fruto do trabalho de todos vocês. E aqui quero dizer do meu orgulho, porque nós tivemos uma redução de mais de 30% na violência em 2019. Eu disse para a nossa equipe: eu quero ver 2020, porque agora nós vamos ser comparados com nós mesmos. E nós fechamos os primeiros oito meses de 2020. Enquanto a violência cresceu no Brasil, nós fomos o Estado que mais reduziu a violência em todo o País, em 25%”, destacou o governador.

O governador Helder Barbalho cumprimentou policiais e destacou a redução da violência em todo o Estado. Foto: Jader Paes / Ag.Pará

Além da queda nos índices de violência, Helder Barbalho frisou que o Pará foi a unidade da Federação com os menores índices de ações violentas praticadas por agentes de segurança, e ainda com o menor número de perdas de agentes de segurança de janeiro a agosto de 2020. “Nós tivemos uma redução de 70% no número de perdas de vidas de agentes de segurança. Portanto, eu não tenho dúvida que ainda tem muito a ser feito, mas temos que ter orgulho daquilo que já fizemos, e aonde chegamos”, destacou o chefe do Executivo.

O titular da Segup, Ualame Machado, participou da solenidade de entrega dos veículos. “É fortalecer em todo Pará a segurança pública com novas viaturas, com aumento de frota, com viaturas e melhores condições de trafegar na nossa região, em especial aqui no Baixo Amazonas e no Tapajós, onde as estradas não favorecem viaturas de menor porte. Daí a necessidade de trocarmos por caminhonetes pick-up. E assim possamos realmente dar segurança à população, para que a polícia chegue a qualquer ponto deste Estado”, afirmou Ualame Machado.

As novas viaturas da PM são dos modelos Hilux e Duster, movidas a diesel. Foto: Agência Pará

Frota mais econômica – As novas viaturas da PM são dos modelos Hilux e Duster, que substituem os modelos Logan, Amarok e Palio Weekend. Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior, os novos veículos têm a estrutura adequada para oferecer mais segurança a quem dirige. “Primeiramente, é a renovação de 100% da frota. Em segundo lugar, retiramos de circulação os veículos de pequeno porte, que eram os Palio Weekend, e agora 100% da nossa frota, em todas as unidades operacionais dos 144 municípios do Estado, vão estar dotados de viatura 4×4, muito mais adaptada para nossas vias. Com certeza, vai melhorar a capacidade operacional da tropa da Polícia Militar e reduzir cada vez mais os índices de criminalidade no Estado”, afirmou o comandante-geral.

Os veículos atenderão às demandas dos 13 municípios da região, entre os quais Almeirim, Monte Alegre, Óbidos, Curuá e Belterra. Foto: Agência Pará

Ainda de acordo com o coronel Dilson Júnior, embora sejam veículos de maior valor de mercado e em maior quantidade, o Estado economizou recursos neste novo contrato, que tem validade de dois anos. “Também tem uma importância na questão do consumo dos veículos. Estamos passando de veículos movidos à gasolina para óleo diesel, o que terá um custo menor ao Estado na manutenção e custeio da frota”, ressaltou.

Fonte: Agência Pará

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui