Palmeiras vence o Bolívar na altitude de La Paz e segue 100% na Libertadores

0
74

Um time brasileiro não vencia a equipe boliviana na Bolívia havia 37 anos; Willian e Gabriel Menino fizeram os gols

Verdão cheio de fôlego!

O Palmeiras se impôs na altitude de La Paz, na Bolívia, na noite desta quarta-feira, e venceu o Bolívar por 2 a 1, no estádio Hernando Siles, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O Verdão tem 100% de aproveitamento na competição. Os gols da equipe de Vanderlei Luxemburgo foram marcados por Willian, de pênalti, no primeiro tempo, e Gabriel Menino, em lindo chute de fora da área, no segundo tempo. Riquelme diminuiu para o time boliviano.

Como fica?

Com a vitória desta noite, o Palmeiras foi a nove pontos na liderança do Grupo B. O Bolívar é o terceiro, com três. Guaraní, segundo, com três, e Tigre, lanterna, com zero, e que se enfrentam nesta quinta-feira, completam a chave.

Primeiro tempo

O Bolívar foi quem tomou a iniciativa de procurar o ataque primeiro. Aos três minutos, Roberto Fernández recebeu a bola na esquerda da grande área e chutou cruzado, assustando ao goleiro Weverton. A primeira oportunidade do Palmeiras foi com Rony, aos 10, depois de passe em profundidade de Zé Rafael. Mas foi com Raphael Veiga, em dois chutes de fora da área, que o Verdão levou mais perigos. Rojas defendeu as duas vezes. Melhor em campo, o Palmeiras chegou ao gol aos 33 minutos, em pênalti cobrado por Willian. No lance que originou a penalidade, Rony foi derrubado por Jusino. Na reta final do primeiro tempo, o Bolívar pressionou um pouco mais em busca do empate, mas parou na zaga do Verdão.

Segundo tempo

Na etapa final, Ábrego tentou surpreender Weverton no primeiro lance de perigo com chute de fora da área. Mas não conseguiu. O Palmeiras, seguro na altitude e impondo seu ritmo de jogo, quase ampliou em conclusão de Zé Rafael defendida por Rojas. Mas, aos 14 minutos, Gabriel Menino recebeu passe de Rony, ajeitou e acertou lindo chute de longe, sem chance para o goleiro. Golaço do Palmeiras! O Bolívar, então, teve de se arriscar mais no ataque. E Riquelme entrou em cena. Depois de obrigar Weverton a fazer grande defesa e jogar a bola para escanteio, o atacante do Bolívar, de cabeça, marcou o primeiro do time boliviano após o tiro de canto. Depois disso, o cansaço pegou o Palmeiras, e o Bolívar pressionou. Mas o Verdão se segurou e ainda encontrou fôlego para acertar a trave em falta cobrada por Scarpa. Veron parou no goleiro Rojas no rebote.

37 anos depois…

Ao vencer o Bolívar, o Palmeiras colocou fim a uma invencibilidade de 37 anos do time boliviano contra brasileiros jogando em La Paz. Antes desta quarta-feira, a única derrota da equipe para brasileiro tinha sido em 1983, para o Grêmio. De lá para cá, em outras 11 partidas oficiais, tinham sido oito vitórias e três empates.

Próximos jogos

O Palmeiras volta a campo pela Libertadores na próxima quarta-feira, dia 23, contra o Guaraní, às 21h30, em Assunção, no Paraguai. Pelo Campeonato Brasileiro, o Verdão joga no domingo, dia 20, às 16h, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

 

 

Fonte/Fotos: Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui