Inscrições para certificadores no Enem 2020 iniciam na próxima semana

0
185

As inscrições para a Rede Nacional de Certificadores (RNC), começa na próxima quarta-feira, 09, a fim de atuarem em atividades de certificação dos procedimentos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2020. O Enem impresso está marcado para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021. O cadastramento destina-se a servidores públicos federais e professores das redes públicas estaduais e municipais

O Edital nº 64 de chamada pública do O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi publicado nessa sexta-feira, 04, no Diário Oficial da União.
As inscrições podem ser feitas no endereço: certificadores.inep.gov.br Além do aplicativo móvel, disponível nas principais lojas de aplicativos.

Para realizar a inscrição, o candidato deverá atender aos requisitos descritos no edital, como: ser servidor público, efetivo e em exercício, do Executivo Federal ou ser docente, em exercício, das redes públicas de ensino estaduais e municipais e estar devidamente registrado no Censo Escolar 2019; ter formação mínima em ensino médio; não estar inscrito como participante no Enem 2020; não ter cônjuge, companheiro ou parentes de até 3º grau inscritos no Enem 2020; e possuir smartphone ou tablet, com acesso próprio à internet móvel.

O cadastramento prévio não garante a inscrição para atuação como certificador no Enem 2020. Os convocados deverão participar de uma capacitação a distância promovida pelo Inep para divulgação de normas, procedimentos e critérios técnicos da RNC. Eles só serão considerados aptos só depois da participação e a aprovação nas atividades desenvolvidas no curso de capacitação, com no mínimo 70% de aproveitamento.

As atribuições dos servidores vinculados à RNC, será de certificar in loco, sob demanda do Inep, a efetiva e correta realização dos procedimentos de aplicação nos dias de realização do exame; registrar, em sistema eletrônico, as informações coletadas com base em sua atuação; e informar ao instituto possíveis inconsistências identificadas, entre outras.

A atividade desenvolvida pelo certificador terá o valor de R$ 342 por dia. A remuneração se enquadra em atividade prevista no anexo do Decreto n.º 6.092, de 2007 (elaboração de estudos, análises estatísticas ou relatórios científicos de avaliação), equiparando-se ao valor da hora do servidor público do Poder Executivo Federal, de R$ 28,50.

De acordo com o cronograma previsto no edital, o resultado da chamada pública e o endereço eletrônico com a relação da homologação das inscrições e dos colaboradores convocados para realizar o curso de capacitação serão divulgados no Diário Oficial da União, no dia 14 de outubro.

O documento estabelece, ainda, que os certificadores selecionados deverão, obrigatoriamente, nos dias de atuação, portar álcool em gel e usar máscaras para proteção contra a covid-19. As máscaras poderão ser artesanais ou industriais e deverão ser utilizadas ao longo da aplicação e trocadas quando ficarem úmidas ou a cada quatro horas. Será proibida a entrada do certificador no local de aplicação sem a máscara de proteção facial.

Informações: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui