ROSELITO SOARES FALA DA PRÉ-CANDIDATURA NA ITAFM

0
60

O pré-candidato classificou o atual Prefeito como ditador 

O ex Prefeito de Itaituba e pré-candidato Roselito Soares a cadeira da Prefeitura esteve na manhã de desta quarta-feira a convite da Direção da Itafm, para debates e também falar sobre outras questões relativas a pretensa a candidatura, Roselito Soares foi eleito Prefeito do Município de Itaituba em 2004 e em 2008 foi reeleito, no entanto apenas a metade do mandato sendo cassado.

O ex Prefeito neste ano eleitoral concorre novamente a Prefeitura de Itaituba pelo partido PTB, em entrevista aos Radialistas Dell Mota e Aroldo Souza falou sobre propostas caso consiga concorrer a cadeira de Gestor Municipal.

“Como tenho relatado nosso compromisso com a população é atender o ser humano em primeiro lugar, naturalmente quando falamos de saúde, educação, saneamento básico entre outro interesse quando se trata do bem-estar da população, a saúde nos dias atuais vive uma situação dramática na nossa gestão tivemos a obrigação de implantar uma saúde de qualidade em vários pontos da cidade e também no interior” Disse Roselito…

“Sobre a questão do funcionalismo público e da educação todo irão lembrar do que irei falar, orçamento da Prefeitura na nossa gestão era um orçamento precário quantitativo de pouco menos de 4 milhões abrangendo fundeb, icms, iptu, enfim todos os impostos, isso é pouco demais, sem falar nos atrasos de salários e mudamos isso pagávamos adiantado” Disse…

“A atual gestão não valoriza o funcionário público, que é de suma importância para a desenvolvimento do Município e indispensável em um projeto público, porquê quem leciona na escola é o professor, quem atende no hospital é o enfermeiro, médico, técnico em enfermagem, quem coleta o lixo nas ruas é o gari e o que vemos é injustiça com essas pessoas, foi cortado nos últimos 4 anos do funcionalismo público em geral em média de cada funcionário público de R$ 400,00 a 500,00 por funcionário” falou o ex Prefeito”

“Se multiplicar esse valor por um pouco mais de 4 mil funcionários chega a 2 milhões de reais por mês, por 12 meses 24 milhões, por 4 anos um pouco mais de 96 milhões, quase 100 milhões de reais que esse Prefeito tirou do bolso do funcionário, tirou a comida da mesa das pessoas, esse gestor pode até ser comparado com Saddam Hossein um verdadeiro ditador e se alguém ousar fazer críticas é perseguido na Prefeitura e pode até perder o cargo, dentro da Prefeitura tem mais 100 ações administrativas contra funcionário público” finalizou…

Por: Ramilso Santos – Jornalista MTE 000512/RR

Email: ramilsojornalista@gmail.com

Fotos: Magno Sousa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui