PF tem 60 dias para ouvir senador Jader Barbalho em investigação da Lava Jato

0
85

Além do pai do atual governador do Pará, a investigação vai ouvir também o senador Renan Calheiros (MDB)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, deu 60 dias para a Polícia Federal colher o depoimento do senador Jader Barbalho (MDB-PA) em uma investigação da Operação Lava Jato, aberta este ano, com base na delação de Sérgio Machado, ex-presidente da Empresa Brasileira de Transporte e Logística de Combustíveis (Transpetro).O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, deu 60 dias para a Polícia Federal colher o depoimento do senador Jader Barbalho (MDB-PA) em uma investigação da Operação Lava Jato, aberta este ano, com base na delação de Sérgio Machado, ex-presidente da Empresa Brasileira de Transporte e Logística de Combustíveis (Transpetro).

No acordo de colaboração, Machado detalhou o repasse de propinas ao senador paraense entre 2004 e 2014, período em que chefiou a estatal. Jader teria recebido R$ 4,35 milhões (R$ 1,25 milhão em doações e R$ 3,1 milhões em espécie). Já o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que também será ouvido pela PF, recebeu R$ 32 milhões (R$ 8,2 milhões por meio de doações eleitorais de prestadores de serviços para a Transpetro e R$ 23,8 milhões em espécie).

Antes dos dois, a Polícia Federal deverá ouvir executivos de empresas e construtoras que pagaram as propinas e operadores dos pagamentos. Essa será a primeira fase das investigações, abertas formalmente em maio deste ano.
“É relevante para a investigação as diligências descritas, para apurar os fatos narrados de modo a demonstrar suficientemente a materialidade delitiva e delinear a conduta de cada agente na ação delituosa”, afirmou a Procuradoria-Geral da República no pedido.
Fonte: O Antagonista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui