Moradores de rua de Santarém são acolhidos pela Prefeitura e Governo do Estado

0
67

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), e o Governo do Estado por meio do Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas (CRGBA) iniciaram nesta segunda-feira, 6, o processo de acolhimento temporário das pessoas em situação de rua no município. O local de acolhimento será a sede do São Raimundo Sport Clube (Panterão), Avenida Silva Jardim.

A ação faz parte do plano de medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus (Covid-19). A campanha de acolhimento foi anunciada pelo governador Helder Barbalho para Belém, Marabá e Santarém e teve adesão da Prefeitura por meio da Semtras. Uma campanha solidária foi realizada para arrecadar doações para os acolhidos.

O secretário regional de governo Henderson Pinto junto com a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social Celsa Brito acompanharam a preparação do local para o acolhimento. As pessoas em situação de rua serão convidadas para permanecer no espaço até que a situação de pandemia seja amenizada e eles deverão ficar no local sem ir às ruas.

A Prefeitura já trabalha com as pessoas em situação de rua por meio do Centro Pop Dom Lino Vombommel, equipamento da Semtras, que já está organizando uma grande equipe para que todo o processo de abrigamento aconteça dentro da normalidade.

De acordo com a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito, esse é um grande desafio que o município aceitou e está contando com apoio do governo do estado por meio do CRGBA, da Polícia Militar, secretarias municipal e estadual de saúde e assistência social e defesa civil.

“Os nossos técnicos estarão trabalhando nesse acolhimento com apoios de voluntários. Sabemos que é um grande desafio que será enfrentado por todos nós, esse é um momento importante de união”, observou Celsa Brito.

A secretária também agradeceu a todos que estão colaborando com a campanha “Doe Amor”, como a Diocese de Santarém que está abraçando a campanha e outras instituições que estão ajudando com doações como a Cargill, Ufopa, Açay, Receita Federal de Santarém e servidores e famílias santarenas, Ministério Público do Trabalho entre outros.

“Agradecemos aos órgãos públicos envolvidos, às empresas que estão realizando doações e aos voluntários, Arquidiocese de Santarém, ao Conselho de Pastores, a todos que estão ajudando. Tudo está pronto para iniciar na segunda-feira. É uma luta de todos. É necessário que tomemos todas as medidas de segurança”, disse Henderson Pinto, secretário regional de governo.

Os pontos de recebimento das doações continuarão na Semtras, localizada na avenida Sérgio Henn, atrás da Prefeitura, bairro Aeroporto Velho, e no Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas, localizado na rua Benedito Guimarães, Centro Comercial.

“Ainda vamos continuar com a campanha, pois temos a previsão de acolher uma média de 150 pessoas e, por isso vamos precisar muito de alimentos, materiais, descartáveis, produtos de limpeza e higiene pessoal, lençóis e roupas,” pontuou a gestora da assistência social.

O município se antecipou na execução das medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus, mas a contribuição e conscientização da população são a maior arma contra a pandemia.

“O município antecipou as medidas montou uma muralha para se defender do vírus, mas cada cidadão é um soldado nessa guerra. Estamos ajudando a população em situação de rua. Vamos ficar atentos as orientações de prevenção e vamos ficar em casa. Isolamento e distanciamento social ajudam bastante. Vamos manter e ficar em casa”, disse o prefeito Nélio Aguiar. Com informações da Agência Santarém.

Fonte: Portal Santarém