Polícia trabalha com tese de legítima defesa em caso de mulher que matou homem para salvar filha de estupro

0
136

A Polícia informou nesta terça-feira (11) que trabalha com a tese de que a mulher que matou um homem para defender a filha de um estupro, em Parauapebas, sudeste do Pará, atuou em legítima defesa. Segundo a Polícia, o inquérito do caso ainda não foi encerrado.

Segundo a Polícia, o caso foi registrado no último domingo (9). Segundo a vítima, que é uma adolescente, um homem entrou na casa onde ela estava e realizou o estupro.

No momento do crime, a mãe da adolescente chegou em casa e atacou o homem para defender a filha. Houve luta corporal e o homem foi atingido com uma facada.

Mãe e a filha ficaram feridas e foram socorridas.A mulher prestou depoimentos à Polícia e entrou para o centro cirúrgico no Hospital Geral de Parauapebas.

Fonte: G1 PA — Belém