Servidores do Detran continuam em greve por tempo indeterminado e ganham reforços

0
213

Chega ao 15° dia a greve dos servidores do Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e o movimento ganhou reforços. Servidores do departamento da Gestão Orçamentária e Financeira (CGOF) aderiram nesta terça-feira, 4, a greve.

As cinco gerências que aderiram à greve têm em torno de 30 servidores. São eles:
Gerência de Contabilidade;
Gerência de Orçamento;
Gerência de Execução;
Gerência de Arrecadação
Gerência de Contratos e Convênios.

Segundo o diretor do Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Estado do Pará (Sindtran), Denis Sampaio, os servidores ainda não receberam nenhuma posição do governo e a greve permanece por tempo indeterminado.

A greve começou no dia 20 de janeiro. Os manifestantes vão tentar uma nova reunião com representantes da casa civil, localizada na Almirante Barroso.

Os principais itens da pauta de reivindicação são:

1. Reposição inflacionária de 4,31% referente à data base de abril/2019 (conforme determina o art. 117 da Lei n.° 5.810 de 24 de janeiro de 1994 – Regime Jurídico Único);

2. Reajuste da Gratificação de Trânsito dos Servidores do Detran, mediante reposição inflacionária referente à data base de abril/2019 no índice de 4,31% (conforme o art. 29 da Lei n.° 7.594 de 28 de dezembro de 2011);

3. Revogação da portaria de terceirização do serviço de vistoria veicular;

4. Revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores do Detran e avaliação periódica de desempenho dos trabalhadores de trânsito da autarquia;

5. Concurso público regionalizado para preencher 830 cargos vagos existentes no Detran;

6. Apresentação de plano de investimento e sua execução, em 2020, para a recuperação e padronização da infraestrutura pública sucateada e padronizada nas Ciretrans, na Sede, nos Postos Avançados e Parques de Retenção de Veículos; e

7. Nomeação dos 34 candidatos classificados no concurso C-177 (Agentes de Educação para o Trânsito).

Fonte: Sinditran