Plantio de soja da safra 2020 chega a 70% no Planalto Santareno

0
462

Uma estatística feita pelo Sindicato Rural de Santarém (Sirsan) aponta que o plantio de soja, da safra 2020, está em quase 70% na região do Pólo Tapajós, que engloba os municípios de Santarém, Mojui dos Campos e Belterra, na região oeste do Pará.

De acordo com o Sirsan, da quantidade de hectares que poderiam ser utilizadas pelo agronegócio no Pólo Tapajós, apenas 10% estão sendo cultivadas, por conta da existência de áreas antropizadas.

“A área cultivada de grãos ainda é considerada pequena, porque tem muita área antropizada. Já a produção pode variar devido a chuva. Se chover regulamente a produção aumenta, mas se tiver pouca chuva, a lavoura pode ser comprometida”, explicou a assessoria de imprensa do Sirsan.

A previsão do Sindicato Rural de Santarém é de que a colheita da soja inicie no mês de março deste ano.

Em 2019, a Fazenda Cristo Rei, do agricultor Edno Cortezia, recebeu no dia 23 de março, a 3ª edição da Abertura Oficial da Colheita da Soja do Baixo Amazonas. O evento foi promovido pelo Sindicato Rural de Santarém, em parceria com a Prefeitura Municipal de Belterra.

Mais de 800 pessoas e 40 empresas do segmento rural, de comércio e serviços participaram do evento, o 2º maior realizado pelo Sirsan depois da Feira Agropecuária.

A abertura contou com a presença de produtores rurais, convidados e autoridades, dentre as quais, o Governador do Estado do Pará, Helder Barbalho (MDB).

ROTAÇÃO DE CULTURAS

Em Belterra, os produtores de grãos têm utilizado a rotação de culturas, com intuito de melhorar a qualidade do solo e aumentar a produção feita em uma área.

Em um período de sete anos, segundo os produtores, culturas alternativas como milho e arroz foram trabalhadas nas fazendas da região, na entressafra da soja, mas nos últimos três anos, o milho tem ganhado um espaço maior devido a abertura do mercado consumidor, atraindo mais investimentos e negócios.

De acordo com os produtores, o revezamento de plantio tem aumentado a produtividade do campo, na região oeste do Pará.

Por: Manoel Cardoso

Fonte: Portal Santarém