TCM manda Vereadores julgar contas da Ex-Prefeita Madalena Hoffmann (PSDB)

0
230

Vereadores vão julgar as contas da ex-prefeita Madalena Hoffmann (PSDB), do exercício de 2010, com parecer do TCM e MPPA contrário à aprovação
Madalena Hoffmann(PSDB) teve multas aplicadas pelo TCM e pode ficar inelegível em 2020.

O TCM [Tribunal de Contas dos Municípios) através do Conselheiro Sebastião César Leão Colares oficializou  em 17 de Dezembro de 2019, a  Câmara de Vereadores de Novo Progresso-PA, para realizar sessão de julgamento das contas “Tramitadas e Julgadas“ da Prefeitura Municipal de Novo Progresso  referente a ano de 2010,  de responsabilidade da ex-prefeita Madalena Hoffmann (PSDB). Os 9 (nove) Vereadores vão votar as contas tendo em suas mãos relatórios do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e do Ministério Público Estadual do Pará (MPPA) apontando irregularidades, e parecer pela não aprovação das referidas contas.

Madalena Hofmann(PSDB)  foi prefeita de Novo Progresso no período de 2008 a 2012 e foi convidada pelo Governador de Estado Helder Barbalho com articulação do MDB de Novo Progresso  para disputar a eleição do ano que vem, mas em uma possível reprovação de suas contas, ela poderá ficar fora do páreo.

Helder Barbalho, ex-prefeita Madalena Hoffman(PSDB) e vice prefeito Gelson Dill (MDB)
A Câmara terá um prazo de noventa (90) dias a contar do recebimento das contas, o  presidente da Comissão de Finanças e Orçamento vai instalar o processo e abrir ampla defesa para a ex-prefeita.

Na desaprovação pelo TCM/PA , consta nos autos que no mandato da  então prefeita Madalena, autorizou quase R$ 2,5 milhões em obras sem ser executadas, além de gastar com o funcionalismo acima do valor permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal e repasse maior ao Legislativo.

Fonte: FOLHA DO PROGRESSO