quarta-feira, julho 17, 2019
Início Itaituba Homem morre afogado na Vila Nova

Homem morre afogado na Vila Nova

0
777

Na tarde desta quarta-feira (03) quando a equipe do 7º Grupamento Bombeiro Militar (GBM) de Itaituba foi acionada para atender a uma ocorrência de afogamento na Vila Nova, bairro de São José, zona ribeirinha de Itaituba.

Segundo informações dos moradores, um homem, identificado por ERINALDO GONÇALVES DOS SANTOS 38 ANOS.  apelido “Grande”, teria tentado atravessar nadando de uma casa para outra auxiliando uma mulher, mas acabou se afogando. “Ele tentou levar a mulher porque ela não sabia nadar. No meio do caminho, ela agarrou forte no pescoço dele. Outro homem pulou e socorreu ela, mas o primeiro acabou desaparecendo”, resumiu a moradora Nete Silva.

A equipe do Corpo de Bombeiros fez um breve levantamento e retornou ao quartel para montar uma estratégia de resgate. Enquanto isso, moradores da própria comunidade foram adiantando as buscas, efetuando mergulho pelos arredores do local onde o homem desapareceu. Até o presidente da Associação de Moradores entrou no grupo. Segundo ele, o local, que tem profundidade variada, é bastante arriscado por causa da correnteza e por ter muito mato e buracos no fundo. Além desses fatores, ainda há suspeita de que o homem desaparecido estava consumindo bebida alcoólica e entorpecente. “O problema é que esse pessoal fica bebendo cachaça e consumindo droga; fica na maior gritaria. A gente avisa e eles não ligam. Aí, quando acontece alguma coisa séria, as pessoas também não ligam, pensam que é outra gracinha deles. Aí, acontece uma tragédia dessas”, reclama o líder comunitário Cleusivaldo Filho.

Foram menos de duas horas de buscas, até que o corpo foi localizado por trás da palafita da vila. Constatado que o homem já estava sem vida, os moradores conduziram o corpo até a margem do rio, exatamente no momento em que a equipe do Corpo de Bombeiros retornava com uma embarcação. Já que estavam no local, os bombeiros auxiliaram os moradores, acionando a equipe de remoção do Centro de Perícias do Instituto Renato Chaves (CPC/RC).

O jovem Antonio Filho, que acompanhava o grupo, foi quem localizou o corpo com o auxílio de um amigo. Segundo ele, o local é bastante perigoso e até os mergulhadores da vila estavam correndo risco de afogamento. “Mas, graças a Deus, encontramos o corpo pra, pelo menos, dar um enterro digno a esse rapaz”, disse.

Fonte: Mauro Torres

Como posso te atender????
Powered by
Sorry, there are no polls available at the moment.