Homem mata a esposa e é preso após mentir e fingir desespero para a polícia

0
570

Suspeito mentiu para a polícia, mas foi descoberto após vizinho achar a arma no telhado.

Homem mata a esposa e é preso após mentir e fingir desespero para a polícia -

Um homem foi preso em flagrante suspeito de atirar e matar a própria companheira, dentro de casa, em São Vicente, no litoral de São Paulo. Ele tentou inventar uma história para ocultar o crime, mas foi descoberto após um vizinho encontrar a arma usada pelo crime no telhado da residência.

O crime aconteceu em uma casa na Rua 35, no Parque Continental, Área Continental da cidade, segundo a PM. Equipes foram acionadas por vizinhos do casal, que ouviram um disparo vindo da casa. Lá, foram informadas pelo criminoso que a mulher havia sido baleada pelo companheiro.

Segundo informações da polícia divulgadas neste sábado (16), eles entraram na casa e, na cozinha, encontraram o corpo da vítima caído no chão. Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionada, mas ela já estava sem vida.

Durante os procedimentos com o corpo, o criminoso foi ouvido. Ainda segundo a PM, ele apresentou uma versão contraditória, o que associado ao fingimento de desespero diante da situação, levantou a suspeita dos policiais, que decidiram fazer buscas na casa.

No quarto, dentro do guarda-roupa, um dos PMs encontrou munições calibre 38 e uma cápsula de fuzil 762. Também foi encontrado um carregador de pistola calibre 380. Tudo teria sido subtraído da empresa de vigilância em que o criminoso trabalha, segundo ele.

O homem acabou levado ao plantão da Delegacia Sede da cidade, onde prestou depoimento. Durante a madrugada, porém, um vizinho encontrou no telhado da casa uma sacola, com uma pistola calibre 380 com um carregador, além de cinco munições de calibre 12, sete de calibre 380, e 17 de calibre 38.

Ele informou a PM, que recolheu o material e levou ao DP. Lá, ao saber do fato, ele mudou a versão do depoimento, confessando ter disparado acidentalmente contra a companheira enquanto manuseava a pistola.

O caso foi encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher, onde foi registrado. O homem acabou preso e recolhido a Cadeia Pública da cidade, onde permaneceu à disposição da Justiça.

Fonte: Roma News