Ameaça de atentado contra alunos do Colégio Álvaro Adolfo viraliza na web e mobiliza polícia

0
55
Policiais militares fizeram rondas na escola Álvaro Adolfo e nos arredores — Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma equipe da Polícia Militar de Santarém, oeste do Pará, foi mobilizada no final da tarde desta quinta-feira (14), para fazer rondas na Escola Estadual Álvaro Adolfo da Silveira, no bairro Santa Clara, e nos arredores, atendendo chamado da direção após o compartilhamento em grupos de WhatsApp e redes sociais, de mensagens que teriam sido trocadas entre dois jovens, sobre um suposto atentado na instituição.

A preocupação da direção com a segurança dos alunos se deve ao atentado registrado em Suzano, região metropolitana de São Paulo, na manhã de quarta-feira (13), e abalou todo o país. Além de acionar a polícia, a direção da escola vai registrar boletim de ocorrência para que as investigações prossigam.

A escola Álvaro Adolfo é uma das mais tradicionais de Santarém. Atende dezenas de alunos do ensino médio nos turnos da manhã, tarde e noite.

Nas mensagens que se espalharam na web, um dos jovens dizia para o outro não dar seguimento ao seu plano de “passar o sal” nos alunos porque não acabaria bem. O outro respondia que estava tudo planejado “era só matar e correr”. Houve ainda um pedido nas mensagens, para quer uma jovem fosse poupada. O nome da suposta jovem foi escrito com projéteis entre dois revólveres.

Mensagens ameaçadoras se espalharam na web e colocaram alunos e direção da escola Álvaro Adolfo em pânico — Foto: Reprodução/Redes sociais

A polícia informou que está levantando informações sobre os jovens que trocaram as mensagens ameaçadoras.

Fonte: G1/PA