Acionistas da Embraer aprovam fusão com a Boeing

0
352

O logotipo da empresa brasileira de aviação Embraer é visto durante a Conferência Latino-Americana de Aviação Executiva - Crédito: Reuters

Acionistas da Embraer aprovaram em assembleia realizada no início da manhã de hoje (26), em São José dos Campos, a fusão com a americana Boeing para a criação de uma nova empresa na área comercial. A aprovação ocorreu com 96,8%dos votos válidos. A assembleia começou às 10h e durou somente 20 minutos. Na abertura da Bolsa, as ações da fabricante brasileira de aviões subiam 1,7%.

Compareceram à reunião, aproximadamente 40 pessoas. Durante as discussões representes de acionistas minoritários e dos trabalhadores da empresa se manifestaram contra a fusão, mas foram voto vencido. A assembleia chegou a ser suspensa por liminar, mas o Tribunal Regional Federal da 3ª Região revogou a decisão, no fim da noite desta segunda-feira.

A aprovação dos acionistas é o penúltimo passo em direção à criação de uma nova empresa, em parceria com a Boeing. Agora, a fusão terá de passar pelo crivo das autoridades regulatórias brasileiras e americanas para que a NewCo, uma empresa com 80% de capital americano e 20% de participação brasileira, comece, de fato, a operar.

Dos acionistas que votaram à distância, mais de 90% foram favoráveis à aprovação do negócio com a Boeing. O governo federal, que possui a chamada Golden Share, uma ação de classe especial que permite vetar o negócio se houver troca de controle ou ameaça à soberania nacional, também já se manifestou a favor, mas precisa oficializar a decisão.

 

Fonte: Roma News