Polícia afirma que investiga cinco versões da execução do Gordo do Aurá

0
601

Polícia afirma que investiga cinco versões da execução do Gordo do Aurá - Crédito: Roma News

O vereador de Ananindeua, Deivite Wener Araújo Galvão, conhecido como Gordo do Aurá, foi executado na tarde da última quinta-feira, 22. A Polícia Civil afirma que segue cinco linhas de investigação para desvendar o caso.

A Polícia acredita que um dos fatores que levou a execução do vereador, foi o envolvimento com o mundo do crime. Até o momento, a investigação analisou câmeras de segurança do local onde ocorreu a execução e está interrogando testemunhas.

O delegado geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira, afirma que a preocupação é com a população de Aurá. “Não existe nenhum vereador que tenha proteção policial no Estado. Estamos intensificando o policiamento no Aurá para que a população não ocorra nenhum tipo de retalhamento até que a investigação seja concluída”.

No carro onde estava o vereador foi constatada 31 perfurações de armas de fogo. De acordo com a PM, dois carros foram usados no crime. Os carros estavam no Pronto Socorro Municipal, localizado na travessa 14 de Março, e seguiram o vereador até o local do crime, na avenida Pedro Miranda com travessa Curuzu, bairro da Pedreira, próximo à escola Maroja Neto, onde ocorreu a emboscada.

Fonte: Roma News