Três mulheres são presas acusadas de fraudes na prova do Detran

0
195

Três mulheres são presas acusadas de fraudes na prova do Detran - Crédito: Divulgação

Após investigações, policiais civis do Núcleo de Inteligência Policial – NIP, da Polícia Civil do Estado do Pará, prenderam, em flagrante delito, no domingo (10), pelo cometimento dos crimes de fraude em certame de interesse público, falsidade ideológica e associação criminosa (art. 288), todos do Código Penal Brasileiro, três candidatas ao concurso público para Agente de Fiscalização de Trânsito, do Departamento de Trânsito do Estado do Pará – DETRAN, que ocorreu no turno da tarde.

As presas são Luna Bianca da Vera Cruz, Dalila Taiany Carvalho Coelho e Grasiele Quaresma Mendes. Os locais, onde as presas estavam realizando as provas, foram no NPI e Escola de Enfermagem, Campus IV, da UEPA.

Segundo a polícia, Grasiele estava realizando a prova se passando por outra candidata, Luna, além de perpetrar a fraude.

Com Dalila e Grasiele foram encontrados dois pequenos aparelhos celulares, os quais estavam funcionando como receptor dos gabaritos das provas, bem como uma Carteira Nacional de Habilitação falsa.

No momento da prisão de Luna, um dos suspeitos conseguiu fugir, em uma motocicleta. A apresentação das presas ocorreu na Divisão de Investigações e Operações Especiais – DIOE, onde foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante Delito. As investigações continuam, a fim de identificar e prender todas as pessoas que estiveram envolvidas nas fraudes.

As presas já estão à disposição da Justiça.

Fonte: Roma News