Itaitubense é presa acusada de envolvimento na morte do marido em Novo Progresso

0
542

Prisão aconteceu na manhã desta quinta-feira (17); Para a polícia, mulher forneceu as munições utilizadas pelo amante no crime.

Aucelim Ferreira, 32 anos. (Foto: PC)

Por determinação da justiça, a Polícia Civil  de Novo Progresso prendeu preventivamente, na manhã desta quinta-feira (17), por volta das 11h30, Aucelim Ferreira, pivô de caso que terminou com a morte do marido, pecuarista Brizola, onde o amante, Joel Hilário, de 18 anos, alvejou o mesmo com três tiros após flagrante no distrito de Vila Isol há dois meses. A morte do pecuarista foi confirmada na noite de quarta-feira (16).

Ela foi presa em sua residência no distrito e encaminhada para cadeia de Novo Progresso. Segundo o delegado  Cezar, responsável pelo caso, Aucelim forneceu as munições utilizadas pelo amante no crime. A defesa do jovem trabalha com a tese de que o mesmo foi induzido à cometer o crime, ou seja, a mulher teria armado tudo.

Aucelin e o esposo Brizola / Joel Hilário, acusado de cometer o crime.

Versão da acusada

Aucelim, em depoimento à Polícia Civil de Novo Progresso, confirmou o relacionamento com o jovem Joel de mais de um ano. Ela disse ainda que no momento do flagrante do marido estava deitada no chão com o amante, ambos despido.

Perguntada se o crime foi premeditado, ele não soube falar se havia esta intenção do amante.

Segundo apurou o site Folha do Progresso, Aucelim já seguia a vida normalmente, ela já teria sido vista até em festas noturnas.

O processo segue em segredo de Justiça. A acusada será encaminhada para o presídio feminino de Santarém.

Fonte: Portal Giro com informações de Folha do Progresso