Claudia Raia e Falabella são condenados a pagar R$ 2 milhões na Justiça

0
479

Manuela Scarpa/Brazil News

Claudia Raia e Miguel Falabella tiveram recurso negado na Justiça em um processo movido pela família do dramaturgo Mauro Rasi, que morreu em 2003. O STJ manteve a sentença que condenou os atores a pagarem R$ 524.597,46 por dano material, valor que atualizado, com juros de 1% ao mês e correção monetária, já ultrapassa R$ 2 milhões.

O processo corre há 13 anos na Justiça. Antes de o escritor morrer, Miguel e Claudia viajaram pelo Brasil com a peça “Batalha de Arroz, num Ringue para Dois”, escrita por Rasi.

“O acordado no contrato era que o Mauro recebesse 10% da bilheteria. Isso é a prática do mercado. Terminou a temporada no Brasil e coincidiu com a morte dele. Os atores comunicaram à Dinéia Rasi, que é a inventariante, que tinham uma temporada da peça em Portugal e, que desta vez, iriam pagar R$ 27 mil”, contou o advogado Ricardo Brajterman.

De acordo com o advogado, sua cliente mandou um e-mail para a produção do espetáculo informando que não autorizava a encenação se não fosse pago a porcentagem da bilheteria. Mesmo assim, eles depositaram apenas o valor informado e viajaram para Portugal para as apresentações. Dinéia, irmã de Mauro, estornou o dinheiro e entrou na Justiça.

O ministro Moura Ribeiro alertou que um “eventual recurso interposto contra esta decisão estará sujeito ao possível cabimento de multa”.

Procurados, Claudia Raia e Miguel Falabella ainda não responderam se pretendem recorrer da decisão.

Fonte: UOL