Marinheiros participam de cerimônia de encerramento do curso de formação de aquaviários

0
379

30 Marinheiros Fluviais de Convés participaram de cerimônia de encerramento do Curso de Formação de Aquaviários (Foto: Divulgação/Capitania Fluvial de Santarém)
30 marinheiros fluviais de convés agora estão aptos a comandar embarcações na região oeste do Pará. O Ensino Profissional Marítimo (EPM) da Capitania Fluvial de Santarém (CFS) realizou na manhã desta sexta-feira (17), a cerimônia de encerramento do Curso de Formação de Aquaviários (CFAQ). Na ocasião, foram entregues os certificados e as Carteiras de Inscrição e Registro (CIR) para 30 marinheiros fluviais de convés.

A partir de agora, os profissionais estão aptos a comandar embarcações na região amazônica. Segundo a CFS, o investimento do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) da Marinha do Brasil, sob responsabilidade do vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu, para a formação marítima de profissionais na região, tem tido resultados positivos para a segurança nas embarcações.

Comandante da CFS, capitão de fragata Robson Ferreira, durante formatura do Curso de Formação de Aquaviários (Foto: Divulgação/Capitania Fluvial de Santarém)

Durante discurso na cerimônia, o orador da turma, Denilson Pereira Pinto destacou o trabalho do projeto “Segurança da Navegação nas Escolas”, da Capitania. Segundo ele, por meio do projeto é possível perceber que condutores e usuários de embarcações pequenas não têm o costume de utilizar colete salva-vidas, desobedecendo as Normas da Autoridade Marítima.

O orador ressaltou que, com a formação dos profissionais, será possível aumentar as inspeções navais e mudar os hábitos da “cultura de risco” na navegação, com o objetivo de garantir a segurança de todos.

“Designados, a partir de hoje, a comandar as embarcações de nossa imensa região amazônica, assumimos o compromisso e a responsabilidade com as vidas de nosso passageiros e tripulantes, levando e trazendo com o máximo de segurança as embarcações que a nós forem entregues […] ”, disse Denilson.

De acordo com informações do Ensino Profissional Marítimo, em 2018, a Capitania Fluvial de Santarém já formou oito turmas, com um total de 340 alunos, em diversos municípios da região. Na segunda-feira (20), mais uma turma, desta vez de Marinheiros Fluviais de Máquinas, iniciará o curso formação de aquaviários.
Paraquedista Diego Camargo Martins, de 37 anos, caiu na altura do quilômetro 115 da Rodovia Castelo Branco, em Boituva. Segundo a polícia, ele morava em São Paulo e saltava com frequência.
Família acionou a polícia e o homem foi preso ao lado da esposa em frente a um supermercado em Campo Grande.
Segundo a PM, os estupros teriam ocorrido em duas situações antes da separação do casal. Com medo que os abusos ocorressem novamente, a menina contou o caso para a mãe.
Mestre de todos os enigmas da rede revela se o vídeo que deixou a internet aflita é truque ou não.
Thaís de Oliveira chegou a ser socorrida, mas deu entrada no hospital já sem vida. Caso aconteceu no bairro Morada da Barra.
Aconteceu em Araçatuba, mas o modelo de assalto vem se repetindo nos últimos anos em várias regiões do país. Ataques são tão parecidos que parecem seguir uma mesma cartilha.

Por G1 Santarém, PA