Terceira cirurgia tenta separar cérebro de meninas unidas pela cabeça

0
783

O caso é único na história da medicina brasileira.

Maria Ysabelle e Maria Ysadora, que nasceram unidas pela cabeça

A equipe de neurologistas do Hospital das Clínicas da USP de Ribeirão Preto volta nesta sexta (3) a operar as irmãs que nasceram unidas pela cabeça no Ceará. Será a terceira cirurgia, e agora o desafio é maior: eles vão tentar separar de forma definitiva os cérebros e as veias e artérias que as unem.

PONTO FINAL

Maria Ysabelle e Maria Ysadora, que hoje têm dois anos, estão reagindo bem às intervenções. Se tudo correr conforme o previsto, elas serão separadas definitivamente em novembro, na quarta e derradeira operação.