Mãe é presa acusada de espancar filha pequena em garimpo de Itaituba

0
626

A menina de aproximadamente 6 anos informou que a mãe chutou o seu rosto por ela não ter feito afazeres domésticos; Fato ocorreu no garimpo Patrocínio, próximo ao Crepurizinho.

O caso de espancamento de uma menina, de aproximadamente 6 anos, pela própria mãe, no garimpo Patrocínio, próximo ao distrito de Crepurizinho em Itaituba, vem sendo bastante discutido por moradores da localidade. O caso veio à tona na última segunda-feira (9), quando fotos foram divulgadas em grupos de Whatsapp.

A mãe foi identificada como Aline, segundo informações de moradores, não é a primeira vez que a mulher maltrata a filha. Em vídeo gravado por uma moradora, a criança diz que a mãe deu um chute em seu rosto por que ela não lavou a louça e limpou a casa. Além dos hematomas no rosto e na boca, o corpo da menina estava cheio de marcas de espancamento.

Segundo informou um policial militar ao Giro, o fato aconteceu no último sábado (7), mas a polícia só teve conhecimento no domingo. Após confirmar a veracidade dos fatos a polícia efetuou a prisão da mãe enquanto ela estava no distrito de Crepurizinho acompanhando o esposo, que seria padrasto da menina.

Nesta terça-feira (10) a mulher foi encaminhada para Itaituba onde será apresentada na delegacia. O conselho tutelar também já foi acionado.

Ainda segundo informações de moradores do garimpo Patrocínio, a mulher vive no local há pouco tempo, cerca de três meses.

OUTROS CASOS SEMELHANTES EM ITAITUBA

O caso de maus tratos divulgado mais recentemente aconteceu no mês de Março. Uma jovem mãe queimou a mão de uma criança utilizando uma colher esquentada no fogo. A jovem contou ao portal Giro que o fato aconteceu em forma de punição devido o filho ter se apossado de objetos que não lhe pertenciam. O fato gerou muita polêmica, alguns se posicionaram a favor da mãe, mas a grande maioria repudiou a atitude da mãe.

Um outro fato, dessa vez com fim trágico, aconteceu há pouco mais de um ano no garimpo Mamoal, região itaitubense de Jardim do Ouro. Daniele Moraes Lucas, uma criança de 11 anos de idade, morreu após supostamente ter sido espancada pela mãe e/ou padrasto. Na época um exame ainda comprovou que a criança sofria abusos sexuais. O casal permanece preso aguardando Julgamento.

A morte da menina foi resultado do esmagamento do fígado após uma forte pancada.

Fonte: https://giroportal.com.br/mae-e-presa-acusada-de-espancar-filha-pequena-em-garimpo-de-itaituba/