Pastor é preso pela segunda vez por estuprar crianças

0
485

Moisés é pastor e se aproveitou sua posição de líder religioso para cometer o abuso contra a menor, segundo a PC. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Moisés Soares de Souza, de 55 anos, conhecido como pastor Moisés, foi preso na última quarta-feira (21) por policiais da Delegacia Especializado no Atendimento à Criança e ao Adolescente (DEACA) de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, acusado de estuprar uma criança de nove anos. Segundo a Polícia Civil, é a segunda vez que ele é preso por abusar sexualmente de um menor.

As investigações apontaram que Moisés, aproveitando-se do fato de ser vizinho da vítima e da confiança pela sua posição de líder religioso, teria cometido o abuso sexual contra a menor.

A vítima foi ouvida e encaminhada aos exames necessários à apuração do crime. Com base nas provas, a delegada representou junto à Justiça pela custódia preventiva de Moisés.

Segundo a delegada Joseângela Santos, diretora da Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA), de Ananindeua, Moisés já respondeu outro inquérito policial, no ano de 2013, também pelo crime de estupro de vulnerável, contra uma menor.

A policial civil ressalta que o atendimento na DATA de Ananindeua, onde está sediada a DEACA, está atendendo casos de violência sexual contra crianças e adolescentes, nos municípios de Ananindeua e Marituba, na Região Metropolitana de Belém.

Casos recorrentes

Em apenas três dias, três homens foram presos por estupro. Mauricio Ramos dos Santos, 58 anos, foi preso no bairro do Parque Verde, em Belém. Ele é acusado de abusar sexualmente de uma menina de três anos de idade. Já Elinelson Ramos Oliveira, de 24 anos, foi preso em flagrante, acusado de estuprar uma menina de seis anos em Melgaço, Ilha do Marajó.

  • Acusado de abusar de menina de 3 anos é preso em Belém
  • Preso acusado de estuprar menina de seis anos

Denuncie!

Denúncias podem ser feitas de forma anônima pelo Disque 100 e 181 (sistema de segurança do Pará).

(DOL)