Nova liminar da Justiça ordena o retorno de ex servidora do SAMU ao cargo, em Itaituba

0
115
Valmir Climaco e Edinalva Rodrigues (Socorrista do SAMU).

A enfermeira Edinalva Rodrigues de Sousa, de 41 anos, que atuava na equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência  (SAMU), foi afastada do cargo no mês de Março de 2019 após desentendimento com o prefeito Valmir Climaco.

Em consequência disso, o Ministério Público do Estado (MPE) iniciou uma ação judicial contra Valmir, com a acusação de improbidade administrativa, esta que foi aceita pela justiça que, em Outubro de 2019, determinou a suspensão da decisão de remover a servidora do cargo, e então recolocá-la na posição que ocupava.

Porém, conforme informado, a primeira liminar emitida pela justiça não foi atendida, pois o gestor teria lotado a enfermeira no posto de Miritituba, contrariando assim a ordem judicial. Por isso, na útima segunda-feira (2) a justiça de Itaituba expediu outra liminar reforçando a obrigação de Valmir adotar medidas administratvas para a lotação da servidora na base do SAMU.

Na liminar foi determinado o prazo de 48 horas para que a ordem seja atendida, caso não ocorra, o gestor sofrerá a mesma penalidade que constava na liminar anterior, tendo que pagar multa diária de R$ 500,00, até o limite de 50.000,00, mas dessa vez com a possibilidade de sequestro do valor refrente à multa.

Em conversa com a imprensa, Edinalva se mostrou confiante. “Acho que dessa vez vai, já estou sendo chamada para receber memorando.” afirmou.

Fonte: Portal Giro