Helder Barbalho é excluído por Bolsonaro do Conselho da Amazônia Legal

0
133

O presidente Jair Messias Bolsonaro excluiu o governador do Pará, Helder Barbalho e mais oito governadores do Conselho Nacional da Amazônia Legal. O decreto assinado nesta terça-feira, 11, transfere o Conselho do Ministério do Ambiente para a Vice-presidência e mais 14 ministros do Governo Federal.
O conselho foi criado pelo decreto 1.541, de junho de 1995, para assessorar o presidente da República na formulação de políticas públicas para a região; coordenar ações integradas na Amazônia; e propor medidas.
A composição anterior do conselho incluía os governadores da Amazônia Legal. No decreto assinado por Bolsonaro, os governadores não integram o conselho.
“O conselho tem a função de integrar e coordenar as políticas em nível federal. Os governadores serão consultados para que estabeleçam suas prioridades”,declarou o vice-presidente Hamilton Mourão.
Pelo decreto, os integrantes do conselho deverão se reunir a cada três meses e deverão se dividir em comissões temáticas.
Além do Pará, os Estados que integram a Amazônia Legal são: Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso e Maranhão.
Fonte: Roma News