Vinda de Jair Bolsonaro a Novo Progresso gera expectativas

0
63

Após a divulgação nas redes sociais da possível vinda do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a  inauguração estratégica e visita a placa em Homenagem aos soldados mortos na construção da rodovia Br 163  parlamentares do Mato Grosso , representantes da sociedade e adeptos do presidente , se preparam para acompanhar o presidente da República;

Segundo a informação [não oficial]  Jair Bolsonaro estaria vindo nesta quarta-feira(15), para inaugurar o trecho da rodovia construído pelo exercito entre Novo Progresso e Moraes de Almeida, ao mesmo tempo visitaria as placas fixadas em uma pedra onde marcou o encontro do “9º BEC” com o “8º BEC”, que construíram a rodovia.

Leia Também:Bolsonaro se reúne com deputado de MT e confirma que vai inaugurar trecho da 163 no Pará

santa julia br 163O Jornal Folha do Progresso , entrou em contato com liderança estadual ligada ao Presidente,  informou que ainda não recebeu a confirmação oficial da vinda de Bolsonaro, mas ,caso a visita se confirme, “eu venho no avião com ele”. Ele salientou que precisa da confirmação, já que existe uma instabilidade nos compromissos deles. “Eu tenho que verificar como estará a agenda dele, para propor algo para visita.  Mas, acredito que seja difícil ele permanecer por mais de algumas horas devido a localidade de difícil acesso, alternativa seria a base do cachimbo  e seguir de helicóptero até este local, explicou.

Rodovia BR 163 (Cuiaba/Santarém)

Juscelino, o maior estadista brasileiro, abraçou o projeto de Couto Magalhães , que sentiu a necessidade de se criar uma rota segura entre Cuiabá e Santarém, e em 1957, anunciou o plano para criar uma cruz rodoviária na Amazônia ligando o Brasil de leste a oeste e de norte ao sul. Em suma JK sonhava com a construção da Transamazônica (MT-230) e a Cuiabá-Santarém (BR-163). Essa cruz mais tarde ganharia forma rodoviária no município paraense de Itaituba, onde as duas rodovias se cruzam.  A obra da 163 foi delegada ao Exército pelo Ministério dos Transportes e sua execução era considerada estratégica dentro do Plano de Integração Nacional para a ocupação do vazio demográfico amazônico. Dois bordões a inspiravam “Integrar para não entregar” e “Terra sem homens para homens sem terra”. Meirelles deveria executá-la até a divisa com o Pará, numa extensão de 793 quilômetros, onde o 9º BEC se encontraria com o 8º BEC, de Santarém. Porém, o ritmo dos trabalhos foi tão intenso que a frente da obra rumo norte estendeu seu trecho ao córrego Santa Júlia, no Pará, 321 quilômetros à frente perfazendo a extensão de 1.114 quilômetros.

br
Presidente Geisel inaugura a BR-163 Em 20 de outubro de 1976, na Cachoeira do Curuá, área em litígio entre Mato Grosso e Pará, mas sob tutela paraense, o presidente Ernesto Geisel inaugurou a rodovia. Geisel estava acompanhado pelos ministros Sílvio Frota (Exército) e Dirceu Nogueira (Transportes), e dos governadores Garcia Neto e Aloísio da Costa Chaves (Pará).

Assista ao Vídeo/

 

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO