Flamengo e Gabigol não se acertam até fim de empréstimo; Inter se diz ‘disponível’

0
116

Depois do Mundial de Clubes, a esperada conversa definitiva entre a direção do Flamengo e representantes de Gabigol ainda não ocorreu. conforme o jogador sinalizou. Com o empréstimo junto à Inter de Milão chegando ao fim nesta terça-feira, dia 31 de dezembro, o atacante fica novamente à disposição do clube italiano, e terá que resolver com ele qual será seu futuro.

O Flamengo já sabe que não vai dar fim ao impasse sobre a compra de 80% dos direitos do jogador antes do fim do empréstimo – ou seja, até esta terça. Internamente, a diretoria estipula o prazo para resolver a situação entre a primeira e a segunda semanas de janeiro. Mas logo após os festejos de fim de ano, vai chamar os representantes do atleta para tratar de uma vez a situação.

Por parte dos dirigentes nerazzurros, não há interesse em dificultar as coisas entre Gabigol e outros clubes. O entendimento é que o brasileiro não faz parte do projeto do clube, em que pese o bom desempenho no Brasil. Há opções satisfatórias para o ataque, como Lautaro Martínez e Lukaku.

– Estamos abertos a tudo. Disponíveis. Mas ainda não tem nenhum acordo – disse ao GLOBO o CEO da Inter de Milão, Giuseppe Marotta.

No desembarque da delegação após o Mundial de Clubes e em entrevista exclusiva anterior ao GLOBO, o vice-presidente de futebol do Fla, Marcos Braz, já tinha sinalizado que a discussão poderia se arrastar por janeiro. Mas a diretoria não quer iniciar a pré-temporada no dia 23, no Ninho do Urubu, com o assunto pendente.

No clube, o interesse de Gabigol na permanência divide opiniões. Além de acertar os valores com a Inter, definidos até agora em 16 milhões de euros, falta o denominador comum sobre o salário do jogador em um contrato de quatro a cinco anos. O atleta pediu 3 milhões de euros líquidos, salário padrão europeu, mas o Flamengo ofertou um pouco menos.

Fonte: O Globo