Desmatamento na Amazônia atinge maior nível em 11 anos, diz Inpe

0
429

O desmatamento na floresta amazônica brasileira cresceu 29,5% nos 12 meses encerrados em julho, atingindo o maior nível em 11 anos, com 9.762 quilômetros quadrados de área desmatada, informou nesta segunda-feira o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O número representa o maior nível de desmatamento desde 2008 e confirma dados mensais preliminares que mostravam um aumento significativo do desmatamento durante o governo do presidente Jair Bolsonaro.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse em entrevista coletiva sobre os números que o governo adotará uma série de medidas para combater o desmatamento, incluindo intensificação dos esforços de fiscalização com a utilização de imagens de satélite de alta resolução.

Salles disse que vai se reunir com governadores dos Estados amazônicos na quarta-feira para discutir formas de enfrentar o desmatamento, acrescentando que os dados mostram que uma nova estratégia é necessária e é importante desenvolver oportunidades econômicas sustentáveis na região.

Segundo o ministro, o desmatamento é causado principalmente por atividades econômicas ilegais na região, como garimpo, extração de madeira e ocupação do solo, que acontecem há vários anos.

A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo e é considerada fundamental para o combate às mudanças climáticas devido à grande quantidade de dióxido de carbono que absorve.

Fonte: Reuters