IBGE abre 400 vagas para analista censitário em todo o país

0
230

A remuneração mensal é de R$ 4.200 para jornada de trabalho de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias.

O IBGE abriu inscrições para 400 vagas temporárias de analista de nível superior do Censo 2020. A remuneração mensal é de R$ 4.200 para jornada de trabalho de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias.

Os contratados terão direito a auxílio-alimentação, transporte e pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

O período máximo da contratação é de 12 meses e os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

O analista censitário desenvolve atividades relativas às etapas de desenvolvimento e apuração dos dados das operações censitárias; atividades de infraestrutura das operações censitárias e atividades de disseminação dos dados das operações censitárias.

As oportunidades estão distribuídas em 20 áreas de conhecimento e em todas as unidades da Federação, sendo a maior parte para o Rio de Janeiro, sede do IBGE – veja aqui a distribuição de vagas.

Veja as áreas com vagas:

  • Análise de Sistemas – Desenv. Aplicações: 17 vagas
  • Análise de Sistemas – Desenv. Aplicações Web Mobile: 2
  • Análise de Sistemas – Suporte a Comunicações e Rede: 5
  • Análise de Sistemas – Suporte à Produção: 4
  • Análise de Sistemas – Suporte Operacional e de Tecnologia: 4
  • Análise Socioeconômica: 36
  • Biblioteconomia e Documentação: 4
  • Ciências Contábeis: 30
  • Ciências Sociais: 12
  • Desenho Instrucional: 2
  • Geoprocessamento: 24
  • Gestão e Infraestrutura: 142
  • Jornalismo: 35
  • Letras: 1
  • Logística: 5
  • Métodos Quantitativos:57
  • Planejamento e Gestão: 1
  • Produção Gráfica/Editorial: 2
  • Programação Visual/Web design: 10
  • Recursos Humanos: 7

As inscrições devem ser feitas até 23 de julho pelo site www.institutoaocp.org.br. A taxa é de R$ 64.

A aplicação das provas está prevista para 1º de setembro e os aprovados devem ser convocados a partir do dia 27 do mesmo mês.

Serão 60 questões objetivas em língua portuguesa, conhecimentos específicos e raciocínio lógico. As provas dos candidatos da área de conhecimento de métodos quantitativos não terão questões de raciocínio lógico.